Softaliza
Tradução de artigos

Tradução de artigos: como você pode fazê-la?

Se você trabalha na área acadêmica, sabe que é fundamental fazer a tradução de artigos para outros idiomas. Mas esse trabalho não é simples. É necessário mais do que conhecimento da língua. Por isso, é importante saber mais sobre o tema.

O fato de que você sabe falar um idioma não faz de você tradutor do mesmo. Especialmente se o seu nível de conhecimento for intermediário (ou abaixo disso). Afinal, existem sutilezas e aspectos gramaticais que você pode não conhecer. 

Esse é um fator responsável pela rejeição de alguns artigos submetidos à análise de revistas científicas ou eventos. Mas o que você pode fazer para melhorar a qualidade dos textos traduzidos? 

Leia também: Submissão em eventos no Ciente Studio

A gramática na tradução de artigos 

Professores de idiomas estrangeiros adoram dizer: não pense em português. Esse conceito é abstrato, mas completamente certeiro. O que acontece é que existem muitas variações entre idiomas.  Às vezes,  uma classe gramatical faz total sentido em português, entretanto esse comportamento não se repete em inglês. Portanto, para uma boa tradução de artigos é necessário um conhecimento profundo do outro idioma. 

Leia o que você escreveu em português, mas não pense em como transpor cada palavra de modo fiel. O necessário é pensar em como essa mesma frase é moldada, mas de acordo com a realidade do novo idioma. 

Os aspectos culturais simples  da tradução de artigos 

Existem coisas que fazem muito sentido em um país,  mas não tanto em outros. Por isso, é necessário ter muito cuidado com os exemplos e as escolhas de palavras. Por exemplo, quando nós falamos sobre direito. No Brasil é comum falar no tal “jeitinho brasileiro” que pode envolver contravenções leves e, muitas vezes, desconhecidas pela população em geral. 

Para nós, é muito fácil compreender essa denominação. Entretanto, não é tão simples explicá-lo para estrangeiros. Afinal, ela envolve aspectos históricos, culturais e sociais que são arraigados ao nosso país. 

Portanto, a tradução de artigo com esse tópico será, provavelmente, mais longa do que a versão original. Ela necessitará de mais espaço para que esse tema seja bem explorado. 

Aspectos culturais mais complexos 

Comunicação é algo complexo. Existem formas de falar no Brasil que não são aceitas em outros países. Portanto, para evitar um mal entendido, é fundamental ter conhecimento de aspectos culturais dos países para os quais você escreve. Por exemplo, no Brasil é comum que todas as pessoas se tratem por “você” ou “tu”. Entretanto, o tratamento deve ser mais formal em países como a Inglaterra. 

Sendo assim, é fundamental pensar bem no registro escolhido para a sua tradução. No caso da formalidade, é sempre melhor trabalhar de modo formal. Mas não pense que essa é a sua única preocupação. 

Leia também: Comunicação no meio acadêmico

Os falsos cognatos, por exemplo, podem gerar situações desconfortáveis. Essas são palavras que são semelhantes em dois idiomas, mas têm significados diferentes. Elas podem gerar sérios problemas e, portanto, devem ser uma preocupação. 

Gostou do conteúdo? Quer saber mais sobre submissão de artigos em eventos? Entre em contato com a nossa equipe, nós vamos adorar te ajudar!

Thais Dias do Carmo

Thais Dias do Carmo